História do Sorvete


O sorvete é literalmente um negócio da China, pois foi lá há três mil anos atrás que os chineses misturaram neve com suco de frutas pela primeira vez, dando origem ao saboroso gelado.

Em 1292 o italiano Marco Polo trouxe para Veneza as receitas que aprendera no extremo oriente e a partir daí o sorvete se alastrou por toda a Europa, tornando o seu preparo uma verdadeira arte.

Foi no ano de 1834 que ele chegou ao Brasil em um navio norte-americano carregado com 217 toneladas de gelo, comprado por dois comerciantes do Rio de Janeiro que iniciaram sua fabricação.

No Brasil o sorvete ganhou charme, sendo misturado com frutas tropicais como a pitanga, o coco e o abacaxi, jamais vistas em outros lugares. Consta que o imperador Dom Pedro II não podia resistir ao sorvete de pitanga nas tardes de verão com a imperatriz, na sorveteria de Antônio Fracione.

A primeira empresa a produzir sorvetes em escala industrial no Brasil foi a Kibon em 1941, no Rio de Janeiro, graças a Ulisses Harkson que trouxe da China o maquinário e o pessoal treinado na fabricação da delícia gelada.

Em 1971 o monopólio foi quebrado com a inauguração do Gelato, do grupo UNILEVER, hoje dono da Kidon, desde então muitas outras fábricas e marcas surgiram, desde as totalmente industriais até as artesanais, dentre elas a Doce Gelato® e seus deliciosos produtos.